Museu Shakado e Museu de Arqueologia de Yamanashi


Por Yuri Yuhara

O Japão possui uma rica história, repleta de mitos e lendas que contam sobre a criação do país e que fazem parte da cultura popular até hoje.

Mas a história do arquipélago japonês é muito mais longa do que as lendas contam. Os ancestrais do povo japonês ocuparam a região desde 14 mil a.C., data que marca o início do período chamado Jomon, que terminou apenas em 300 a.C.

O povo do período Jomon produziu muitas cerâmicas, com peças consideradas como algumas das mais antigas do mundo. Devido aos vestígios encontrados muitos acreditam que tratava-se de uma população semi sedentária e que cultuava os elementos da natureza.

Na bacia de Kofu, em Yamanashi, foi encontrada uma grande quantidade de cerâmicas produzidas no período Jomon, principalmente durante os anos de 1980 e 81, durante obras de contrução da rodovia expressa Chuo Expressway. Mais de 5 mil das peças descobertas nessa ocasião, entre cerâmicas e ferramentas de uso cotidiano, encontram-se no Museu Shakado de Cultura Jomon, na cidade de Fuefuki, local onde grande parte dos artefatos foi encontrado. Esse é um dos poucos museus especializados na cultura do período Jomon e, além das exposições, o local é usado para restaurar diversas peças.


Outro destaque do Museu Shakado é a vista que pode ser admirada do local. Localizado em meio a ára produtora de pêssegos, durante a primavera é possível vislumbrar uma belíssima vista das flores de pêssego que tingem a região de cor de rosa, juntamente com flores de canola, de cor amarela.


Quem quer aprender mais sobre a antiguidade no Japão pode também visitar o Museu de Arqueologia de Yamanashi. O museu, além de abrigar uma vasta coleção de artefatos do período Jomon (mais de 6 mil peças desse período pertencentes ao museu são consideradas importantes patrimônios culturais), reúne também peças de outros períodos como o Paleolítico (anterior a 14 mil a.C), Yayoi (300 a.C a 300 d.C), Kofun (300 a 538 d.C) até mais recentes, como do período Meiji (1868 a 1912 d.C).



Uma das principais atrações do Museu de Arqueologia de Yamanashi é a réplica de um mamute, animal que habitou o arquipélago japonês entre aproximadamente 300 mil a 20 mil a.C., que pode ser vista na entrada do local. O museu oferece também diversas atividades para serem realizadas por adultos e crianças, como acender fogo com o método utilizado na antiguidade e confecção de miçangas de vidro (necessária reserva com uma semana de antecedência).
Foto das ruínas (site oficial)

Próximo ao museu, é possível ver também ruínas do período Kofun, parte do Parque Kai Fudoki no Oka, onde o museu está localizado.

O museu abriga também exposições de diversos temas, e até o dia 16 de julho de 2018, os visitante podem conferir uma mostra especial com artefatos do antigo império inca. 




Museu Shakado
Endereço: 764 Ichinomiyacho SenbeijiFuefuki, Yamanashi 
Horário de Funcionamento: das 9 h às 17 h (admissão até as 16:30)
Ingresso: 200 ienes (adultos), 100 ienes (crianças)

Museu de Arqueologia de Yamanashi
Endereço: 923 Shimo-sone-cho, Kofu 
Horário de Funcionamento: das 9 h às 17 h (admissão até as 16:30)
Ingresso: 210 ienes












Instagram